Novo

Ensinar Compreensão Auditiva a Crianças Especiais Ed

Ensinar Compreensão Auditiva a Crianças Especiais Ed

A compreensão auditiva, também conhecida como compreensão oral, pode representar uma luta pela aprendizagem de crianças com deficiência. Muitas deficiências podem dificultar o atendimento às informações fornecidas oralmente, incluindo dificuldades no processamento de sons e priorização de informações sensoriais. Mesmo crianças com déficits leves podem simplesmente achar difícil o aprendizado auditivo, já que alguns alunos são aprendizes visuais ou mesmo cinestésicos.

Que deficiências afetam a compreensão auditiva?

Transtorno do processamento auditivo, TDAH ou déficit no processamento da linguagem podem ter sérios impactos na compreensão auditiva. Essas crianças podem ouvir, mas imagine um mundo em que todo barulho que você ouviu tenha o mesmo volume - é impossível distinguir os sons "importantes" dos sem importância. Um relógio pode ser tão alto e chama a atenção quanto a lição ensinada pelo professor.

Reforçar a compreensão auditiva em casa e na escola

Para uma criança com esse tipo de necessidade, o trabalho de compreensão auditiva não pode acontecer apenas na escola. Afinal, os pais terão as mesmas lutas em casa. Aqui estão algumas estratégias gerais para crianças com atrasos no processamento auditivo.

  1. Reduza a distração. Para ajudar a regular o volume e manter a criança na tarefa, é essencial eliminar ruídos e movimentos estranhos. Uma sala silenciosa pode ajudar. Caso contrário, os fones de ouvido com cancelamento de ruído podem fazer maravilhas para os alunos facilmente distraídos.
  2. Deixe a criança vê-lo quando você falar. Uma criança com dificuldade em interpretar sons ou produzi-los por conta própria deve ver o formato da sua boca enquanto fala. Deixe que ele coloque a mão na garganta ao dizer palavras que apresentem dificuldade e faça com que ele se olhe no espelho enquanto fala.
  3. Faça pausas de movimento. Algumas crianças precisarão se atualizar na luta para ouvir. Deixe que eles se levantem, se movam e depois retornem à tarefa. Eles podem precisar desse suporte com mais frequência do que você pensa!
  4. Leia em voz alta, pelo menos 10 minutos por dia. Você é o melhor exemplo: dedique um tempo lendo em voz alta individualmente às crianças com déficit auditivo. É importante atender aos interesses da criança.
  5. Ajude-a com o processo de escuta. Peça à criança que repita o que disse, resuma o que leu ou explique como ela concluirá uma tarefa. Isso constrói a base da compreensão.
  6. Ao ensinar uma lição, apresente informações em frases curtas e simples.
  7. Sempre verifique se a criança entende, repetindo ou reformulando suas instruções ou instruções. Use entonação por voz para manter a atenção dele.
  8. Sempre que possível, use recursos visuais e / ou gráficos. Para aprendizes visuais, isso pode fazer toda a diferença.
  9. Ajude as crianças na organização, apresentando a sequência da lição antes de ensiná-la. e Referencie-os conforme você estiver dando instruções.
  10. Ensine estratégias a esses alunos, incluindo ensaios mentais, foco em palavras-chave e uso de mnemônicos. Fazer conexões ao apresentar novo material pode ajudá-los a superar o déficit sensorial.
  11. Para os alunos para quem a distração não é o principal problema, as situações de aprendizado em grupo podem ajudar. Os colegas geralmente ajudam ou direcionam uma criança com déficits e prestam apoio adicional que preserva a auto-estima da criança.

Lembre-se, só porque você disse em voz alta não significa que a criança entenda. Parte do nosso trabalho como pais e professores é garantir que a compreensão esteja acontecendo. A consistência é a estratégia mais eficaz para apoiar as crianças com desafios na compreensão auditiva.


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos